domingo, 23 de outubro de 2016

Old Dragon- O Forte das Terras marginais Sessão 1

Iniciando uma nova campanha utilizando a plataforma Roll20 + Hangouts. Utilizando como base a maravilhosa aventura O forte das terras marginais (Keep on the borderlands). Gosto muito desta aventura, pois ela é um pontapé inicial para uma campanha perfeito. Um forte com uma região infestada de monstros e perigos, a viagem por si só pode ser uma aventura. O grupo formado fora:

  • Humano, Ladrão, Caótico
  • Anão, Neutro, Mago
  • Humano, Neutro, Homem de Armas
  • Halfling, Ladrão, Caótico

O grupo se encontrava na vila Beredrín que fica a alguns quilômetros do forte e a guarda da cidade informa o problema com goblinoídes na região e a recompensa de 10 PP por cabeça de goblins e 10 PO pelo rei goblin. O grupo continua interagindo causando cenas lamentáveis, o taverneiro inclusive ameaça esmagar a cabeça deles, principalmente do halfling que não calava a boca! Um fazendeiro chamado pedro informa que sua aldeia irá pagar 15 PO a quem der um fim ao problema dos goblins.

O grupo segue para a  fazenda de pedro aonde se encontram com o ancião Alfredo e eles jantam após o dia de plantio dos lavradores e durante o amanhecer seguem a floresta. Um bom planejamento encurta a viagem e os levam a floresta sem problemas, mas na floresta quando parte do grupo adentra e em seguida após uma espera a outra parte vai em seguida quando estão reunidos eles são emboscados por 12 goblins. O líder da patrulha envia 8 para combate corpo a corpo e 3 atiravam flechas as copas das árvores.
O combate foi duro e árduo, o guerreiro partiu um goblin ao meio com um único golpe, mas foi alvejado por 2 flechas e estocado pela lâmina dos goblins. O mago anão lutou o tempo todo acima da carroça e utilizava um martelo que utilizando da magia choque elétrico eliminou 2 goblins; o halfling ocultou se e conseguiu atear fogo no líder goblin enquanto ou ladrão humano fugiu em seu cavalo e retornou apenas quando a luta findou com a fuga dos goblins desmoralizados.
O grupo decide retornar para a cidade para pegar a recompensa pela cabeça dos goblins e voltam a fazenda para cuidar dos ferimentos e se reagrupar. A fuga dos goblins para o leste os leva a crer que eles possuem um covil próximo ao rio na floresta...

Nota: Ao invés de dar bônus conferi vantagens e desvantagens aos personagens acima da carroça no combate e isso deixou mais divertido o combate.
Os monstros do bestiário são muito poderosos, utilizei as estatísticas do Ad&d para o combate e ainda assim o grupo por ainda não se conhecer ou não armar uma estratégia boa quase caíram em combate.



Goblin Capanga
Pequeno e caótico # Qualquer clima não ártico

Encontros: 4d6
Prêmios: 10%
XP: 37
Movimento: 6 metros
Moral: 6

Força 11       Constituição 9    Sabedoria 9
Destreza 10            Inteligência 10    Carisma 6

CA: 10
JP:  17
DV: 1-1 (4-7)

-|>> Espada curta +0 (1d6)
Arco curto +0 (1d6)

Ver no escuro: Goblins enxergam no escuro até 18 metros e sofrem uma penalidade de -1 nas jogadas de ataque quando expostos a luz solar direta.

Goblins capangas são as unidades mais baixas das fileiras goblins, são os primeiros a atacar e a cair sob as ordens de seus capatazes.


 O goblin capataz possui as mesmas estatísticas, mas seu DV é 1 (5-8)

8 comentários:

  1. Cara....pelo o que vc escreveu, esse halfling parece ser muito foda rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Halfling mais corajoso que o outro ladrão com certeza!

      Excluir
  2. Estavam todos no primeiro nível? Ou foram muito ousados ou loucos, 12 goblins podem botar um grupo pra correr.

    ResponderExcluir
  3. Todos no primeiro nível, quando mataram o líder a moral dos goblins baixou e eles fugiram. Narro meio senhor dos anéis, nasce goblin do chão em muita quantidade, eles tem que se preparar!

    ResponderExcluir
  4. Show de bola. O Forte das Terras Marginais rende muita coisa boa.

    ResponderExcluir
  5. Show de bola. O Forte das Terras Marginais rende muita coisa boa.

    ResponderExcluir